Espelho, espelho meu

O CIME “Branca de Neve”, está inserido em uma comunidade onde há carência socioeconômica, falta de lazer, de acesso à cultura. A grande maioria dos moradores ignora suas aptidões, projetos e sonhos, rejeitando assim as possibilidades da mudança da própria história, tornando se procrastinado.

O projeto “Espelho, espelho meu”, visa levar a compreensão do amor por si próprio e do seu valor, praticando a resiliência diante das dificuldades encontrados. Neste trabalho a autoestima produz assim a completude com um sentimento de satisfação e de prazer interior, fazer-se respeitar pela opinião e levar ao encorajamento da confiança em si mesmo, dentro deste processo a o exercício da cidadania, é e importante compreender que o respeito por si mesmo faz uma mudança não só pessoal, mas influencia a comunidade em que esta inserida.